1_pmdb_1042.jpg.g

Com o objetivo de intensificar o comércio bilateral entre o Brasil e Portugal, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Antônio Andrade, recebeu em Brasília a ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e Ordenamento do Território de Portugal, Assunção Cristas. Durante o encontro foi assinado um memorando para incentivar e facilitar as trocas comerciais de frutas.

O ministro da agricultura ressaltou a importância da relação com Portugal. “Já importamos azeite, pêra, vinho e bacalhau. A nossa relação com Portugal é muito boa e no que depender de nós, faremos esforços para intensificar esse comércio”, ressaltou o ministro.

O documento assinado visa estimular o intercâmbio de informação, promover a participação dos dois países em exposições, seminários e conferências referentes ao comércio internacional de frutícolas e, principalmente, desenvolver programas de capacitação técnicas nas áreas de qualidade e sanidade vegetal, gestão de risco fitossanitário e sistema de vigilância agropecuária.

A ministra Assunção Cristas convidou Antônio Andrade para fazer uma visita em seu país e citou a feira que deve acontecer ainda este mês, do dia 14 à 17 em Lisboa, no qual, o estande brasileiro resulta de uma parceria do Ministério de Relações Exteriores (MRE) com o Mapa. A feira irá expor produtos de diversos países. Segundo Assunção Cristas, é um evento muito positivo para reforçar a relação com o Brasil. “Essas feiras estão cada vez mais dinâmicas e servem para nos aproximar”, disse. De acordo com o ministro da Agricultura, 10 empresas produtoras de carne, cachaça, café, entre outros produtos, representarão o Brasil na cimeira em Portugal.

O protocolo sobre frutas prevê a criação uma Comissão de Acompanhamento Técnico que irá monitorar os processos de importação. A primeira reunião do grupo deve ocorrer em Portugal.

Assessoria de Comunicação Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (PMDB-MG)