1_pmdb_1055.jpg.g

O senador Clésio Andrade afirmou, nesta quarta-feira (17), que espera que a presidenta Dilma Rousseff cumpra suas promessas de campanha com o povo mineiro. Clésio reconhece o que o Governo federal tem feito por Minas, mas não o suficiente e cobra mais.

De acordo com o senador peemedebista, as principais promessas da presidenta Dilma Rousseff com Minas Gerais foram a duplicação das BR’s 116 (entre Além Paraíba à divisa com a Bahia), 040 (entre Juiz de Fora e Brasília) e 381, conhecida com a rodovia da morte. Clésio lembrou ainda mais duas demandas de infraestrutura rodoviária: o anel rodoviário de Belo Horizonte e o Rodoanel, principalmente os trechos norte e sul, para desafogar o trânsito de veículos pesados cortando a capital mineira.
Clésio Andrade também lembrou demandas de outros setores, como a falta de investimentos da Petrobras no estado, com destaque especial ao polo acrílico levado para a Bahia; o polo de fertilizantes no Triângulo Mineiro e a criação de novos empreendimentos. A situação dos cafeicultores também foi alvo de atenção do senador mineiro, que voltou a pedir a intervenção da presidenta Dilma Rousseff para elevar o preço garantia do produto e o refinanciamento da dívida dos cafeicultores, além de uma política de fomento à produção.
“O que estou cobrando é o cumprimento de promessas de campanha com Minas Gerais que, infelizmente, não têm sido cumpridas. O que nós vemos é que a presidenta Dilma não tem levado pra Minas quase nada, são apenas pequenos projetos”, disse o senador por Minas Clésio Andrade.

Assessoria de Comunicação Senador Clésio Andrade (PMDB-MG)