1_pmdbminas_261.jpg.g

Brasília (DF) – Centenas de mulheres peemedebistas se reuniram na tarde desta terça-feira (21), no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal, em Brasília para eleger o novo comando do PMDB Mulher que deverá comandar o Núcleo para o biênio 2013-2015. Por aclamação, a deputada Fátima Pelaes (AP) foi reconduzida presidente do PMDB Mulher, Regina Perondi (RS), deputada Marinha Raupp (RO), como 1ª e 2ª vice-presidentes, respectivamente, e Aparecida Moura (MG), secretária-geral.

A Convenção, que referendou o nome de Fátima Pelaes para o comando do Núcleo reuniu lideranças políticas nacionais e representantes de vários estados, entre eles o vice-presidente de República, Michel Temer, o presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), o senador José Sarney (AP), o senador Eunício Oliveira (CE), o líder do governo, Eduardo Braga (AM), o líder o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), o vice-governador do Distrito Federal, Tadeu Filippelli (DF).

Para a presidente do PMDB Mulher, Fátima Pelaes, a recondução foi o reconhecimento pelo trabalho realizado dentro do Núcleo. “Foram dois anos de intenso trabalho no qual pudemos fazer o regimento interno, o orçamento participativo entre outros avanços. Tudo o que foi feito, inclusive o trabalho de outras presidentes do PMDB Mulher, conseguimos conquistar espaços e avançar para termos um evento como este, com Núcleo formado por mulheres fortes, empodereadas”, declarou.

Fátima agradeceu o empenho e o apoio constante dado ao Núcleo pelos líderes do PMDB Nacional, em especial, Valdir Raupp e Michel Temer. A presidente entregou um prêmio a cada um dos líderes presentes. “Essa homenagem é justa a esses homens que têm compreendido o papel da mulher na sociedade”, comemorou.

O vice-governador Tadeu Filippelli manifestou a satisfação de o PMDB Mulher haver escolhido a cidade de Brasília para sediar a Convenção das mulheres. “Hoje preciso lembrar da importância de Brasília receber um evento político como este. Não podemos pensar em todas as conquistas e todo o legado histórico do PMDB, sem lembrar do apoio e do trabalho das mulheres deste Partido. Sem o PMDB Mulher seria impossível conseguir tantas conquistas”, afirmou.

Na avaliação do presidente do Senado, Renan Calheiros, o empoderamento das mulheres pode ser observado em cada uma das recentes propostas aprovadas pelo Congresso Nacional, que tem no comando das duas Casas, peemedebistas. “A PEC das Domésticas é um bom exemplo da força que as mulheres ganham a cada ano. Para nós, toda essa luta é motivo de muito orgulho”, ponderou.

Michel Temer, que foi o criador da primeira delegacia para as mulheres quando era Secretário de Segurança de São Paulo, destacou a grandeza do PMDB Mulher. “A constituição brasileira diz que homens e mulheres são iguais em direitos e deveres. No entanto, aqui no PMDB as mulheres tem sido maiores que os homens. O Núcleo tem dado uma demonstração de trabalho e força política incríveis. Sente que o PMDB Mulher há entusiasmo. As pessoas trabalham com garra. Todas sairão daqui e irão para seus estados reverenciam as mulheres do PMDB”, ressaltou.

O presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp, cumprimentou todas as presentes e afirmou que “o PMDB Mulher está orgulhando o PMDB nacional e está usando ressaltando o M do Movimento Democrático Brasileiro, M de Mulher, que trabalha, junto com os outros núcleos, para revolucionar o nosso Partido”.

“Parabéns para o PMDB Mulher pela organização, pois essa é a maior convenção da história do Núcleo e tenho certeza que a próxima será ainda maior”, ressaltou Valdir Raupp.

O ex-presidente e atual senador José Sarney destacou o papel das mulheres na história política do Brasil: “quero dizer que quando a independência do Brasil foi proclamada, era uma mulher a primeira regente do país. A abolição da escravatura foi feita por uma mulher, a princesa Isabel, ela também governou o país em diversas situações. Ela também foi a primeira senadora do Brasil. Sempre tivemos a mulher na vanguarda das transformações do país e temos a honra de hoje termos na Presidência da República uma mulher, Dilma Rousseff”.

O deputado Osmar Serraglio (PR) apontou a presença maciça das mulheres peemedebista na Convenção como exemplo da força do PMDB. “Esta mobilização do nosso partido é motivo de orgulho para todos nós. Nos orgulhamos das mulheres peemedebistas. Somos o maior partido do Brasil porque temos metas, objetivos. Temos procurado fazer o melhor para a população brasileira. E hoje, é uma alegria, um privilégio, assistir um evento como esse que reúne jovens e mulheres de todo o Brasil”, disse.

Votação e balanço – A deputada Marinha Raupp coordenou o processo de votação que definiu o comando do novo Diretório Nacional do Núcleo. “O objetivo do PMDB nacional é manter a unidade. O objetivo do PMDB Mulher é manter a união de mulheres brasileiras de norte a sul, garantir o empoderamento, da ampliação da participação das mulheres na política em todo país. A chapa lida pela companheira Kátia Lobo representa tudo isso: mulheres do PMDB caminhando unidas não somente no processo eleitoral”, enfatizou.

A secretária nacional do PMDB Mulher, Aparecida Moura, fez uma síntese das atividades realizadas na primeira gestão da deputada Fátima Pelaes e da Executiva Nacional do Núcleo. “Nossas ações nesse período fizeram com o que o PMDB Mulher ganhasse um novo status nacional”, disse.

Para ela, houve uma maior participação das mulheres e aproximação com as lideranças no estado. Aparecida Moura também lembrou a ação conjunta com a Fundação Ulysses Guimarães, que possibilitaram um fortalecimento do Núcleo, com a criação, por exemplo, do Curso de Políticas de Gênero.

O PMDB Mulher, com vistas a última eleição, ofereceu o curso de Capacitação para as candidatas do PMDB, com oficinas ampliadas em todos os estados. Também foi confeccionada a cartilha “Guia da Candidata”, além do site oficial do PMDB Mulher.

PMDB Nacional