vamos-falar-sobre-isso-clarissa-barcante-almg-1

Outubro é destacado para lembrar a campanha de combate e prevenção ao câncer de mama, segundo tipo mais comum de tumor entre mulheres no Brasil e no Mundo. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer – INCA, o câncer de mama totaliza 25% dos novos casos a cada ano, atrás, somente, do câncer de pele não melanoma.

A deputada Celise Laviola (PMDB), presidente da Secretaria da Mulher da Unale – União Nacional de Legisladores e Legislativos Estaduais, e vice-presidente da Comissão Extraordinária das Mulheres da ALMG, destacou a necessidade de informar, às mulheres, a importância da prevenção. “Todos os anos, centenas de brasileiras são vitimas deste mal que se agrava com a falta de informações. Especialistas lembram que existem vários tipos de câncer de mama, doença que pode ocorrer, também, em homens, porém, é mais comum em mulheres com mais de 35 anos”, alertou.

Dados do INCA revelam que, em 2013, 14.388 pessoas morreram vítimas do câncer de mama no Brasil. Deste total, 181 eram homens e 14.206, mulheres. Para 2016, a previsão do instituto é que 57.960 novos casos sejam registrados. Celise Laviola acredita que é possível lutar contra a doença. “Nosso objetivo, com a divulgação da campanha Outubro Rosa, é reforçar ações de prevenção do câncer, que, quando diagnosticado de forma precoce, pode ser tratado, aumentando as chances de cura”, disse.

Com o tema “Vamos falar sobre isso?”, o INCA pretende estimular a prevenção e a divulgação de informações a respeito do câncer. A campanha Outubro Rosa foi criada em 1990 para estimular a participação da população e a conscientização sobre o controle do câncer, bem como proporcionar acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento, contribuindo para reduzir a mortalidade.