DSC03175 (1)

O deputado Vanderlei Miranda recebeu em seu gabinete o superintendente geral da Fundação Hospitalar São Francisco de Assis, Helder Yankous, e a coordenadora de Comunicação e Relações Institucionais, Ana Luiza Rabelo, para tratar algumas demandas da entidade e solicitar a indicação de emendas parlamentares. Na ocasião, o deputado pôde conhecer um pouco mais sobre a gestão e atuação da fundação que possui 1.200 funcionários e está localizada em Belo Horizonte.

A Fundação Hospitalar São Francisco de Assis é uma instituição filantrópica certificada como beneficente de assistência social, declarada de utilidade pública municipal na área da saúde e mantenedora de duas unidades hospitalares que possuem 350 leitos e oferecem atendimento a população por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo Helder Yankous, os recursos que a fundação dispõe para financiar as despesas são insuficientes, devido a complexidade dos atendimentos e procedimentos realizados. “O intuito da reunião foi para pedir a ajuda do deputado nas demandas do hospital. Somos uma fundação que presta 100% dos serviços aos usurários do SUS e a destinação de emendas é muito importante para que a gente consiga prestar essa assistência. O deputado nos recebeu muito bem e acredito que vai colaborar com a nossa causa”.

O superintendente explicou que o hospital realiza atendimentos nas áreas de cardiologia, com cirurgias cardíacas e hemodinâmica; nefrologia com hemodiálise e transplantes renal e ainda oferece o maior serviço de ortopedia no Estado. “Somente em 2016, fizemos 7.992 cirurgias ortopédicas. Em termos gerais, realizamos mais de mil cirurgias por mês e mais de 1.400 internações. Em média, 56% dos nossos pacientes são de cidades do interior. Isso mostra que a fundação é tão importante para Belo Horizonte, como para todo o Estado”.

O deputado Vanderlei Miranda lembrou que há anos vem acompanhando o trabalho da fundação. “É um hospital que tem passado por muitas dificuldades. Esteve praticamente fechado. Mas o amor dos médicos pela instituição tem feito com que ele continue funcionando. E hoje funciona a pleno vapor, embora com todas as deficiências e necessidades que possui. É uma instituição que atende 100% SUS e todos sabem que um hospital que trabalha assim, trabalha com muita dificuldade. Porque o SUS não remunera dentro da realidade que custa determinados exames, tratamentos e cirurgias”.

Sendo assim, o parlamentar disse que, em 2017, pretende destinar à entidade recursos de emendas para colaborar com o atendimento de algumas demandas. “Vamos ver qual é a prioridade que eles têm e dentro da nossa disponibilidade, dentro daquilo que o governo vai colocar para os deputados, especialmente para o meu mandato em termos de valores, vamos reservar uma fatia desse valor para que possamos contribuir com esse hospital que tem servido tão bem a nossa população”.

Sabendo da situação de entidades como a Fundação Hospitalar São Francisco de Assis, o parlamentar já realizou parcerias com diversos hospitais que operam em regime similar. “Penso que o meu mandato pode contribuir por meio da destinação de emendas com outros hospitais. Como por exemplo aconteceu com as indicações do Hospital da Baleia, Hospital Evangélico e Fundação Hilton Rocha. Isso falando somente aqui da capital. Se formos para o interior vários hospitais também têm sido atendidos”, afirmou Miranda.