Estado autoriza doação de terreno à PBH Clarissa Barçante-ALMG

Na última semana, o govenador Fernando Pimentel sancionou a lei que autoriza o Poder Executivo Estadual a doar à prefeitura de Belo Horizonte um imóvel para instalação de um centro administrativo na região central da cidade.

Originária do Projeto de Lei 2.191/15, a Lei 22.260, de 2016, o projeto tem como autor, dentre outros parlamentares, o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Adalclever Lopes (PMDB). A autorização prevê a doação de 7,35 mil metros quadrados de um imóvel, parte da rodoviária da Capital. A Lei prevê que, não cumprida a atividade fim especificada num prazo de 10 anos, o imóvel será reincorporado ao patrimônio do Estado.

Em reunião realizada em março, o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), explicou que o objetivo do Centro Administrativo é concentrar os serviços da PBH num só local, integrando-o com os eixos de transporte público localizados no Centro.
Além da concentração dos serviços, as obras trariam revitalização para a região da rodoviária. Está prevista a construção de uma praça suspensa que faria a transposição do Rio Arrudas e da linha do metrô, interligando o Centro à região da Lagoinha. Cerca de oito mil funcionários da prefeitura devem trabalhar no local.