1_pmdb_1101.jpg.g

Volume de recursos disponível para as operações é de R$ 580 milhões

Os preços para Contratos de Opção de Venda público (COV) para a saca de 60kg de milho em grãos foram definidos em R$ 15,12 no Mato Grosso e Rondônia e de R$ 19,74 nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste (exceto Mato Grosso). A portaria, assinada pelos ministros da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, e da Fazenda, Guido Mantega, foi publicada nesta quinta-feira, 23 de maio, no Diário Oficial da União (DOU).

Nessa modalidade de contrato futuro, o vendedor tem a opção de vender o produto para o Governo ou no mercado. O volume de recursos disponível para as operações é de R$ 580 milhões. Os contratos serão firmados em múltiplos de 27 toneladas, que é a quantidade calculada por caminhão de transporte.

Caso haja decisão pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para a antecipação do contrato, será deduzido para cada mês de adiantamento R$ 0,46/60kg para os estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, exceto Mato Grosso, e de R$ 0,42/60kg para Mato Grosso e Rondônia.

O Governo também lançará contratos “a termo” para aquisição de um milhão de toneladas de milho. Nessa modalidade, o produtor é obrigado a entregar o milho nos armazéns da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

“Esses instrumentos são fundamentais para a recomposição dos estoques públicos do Governo. Além disso, vão viabilizar uma alternativa de comercialização do cereal aos produtores”, explica o secretário de Política Agrícola do Mapa, Neri Geller.

Assessoria de Comunicação Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (PMDB-MG)