Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

O prédio do Museu Municipal Paulo Araújo Moreira Gontijo, localizado no centro de Betim, será incorporado ao patrimônio do Município caso aprovado o projeto de lei do deputado Ivair Nogueira que autoriza o Estado a doar o imóvel para o município. Tombada pelo Patrimônio Histórico Municipal desde 1998, a construção abrigou o Grupo Escolar Conselheiro Afonso Pena e, mais tarde, o Colégio Comercial Betinense, hoje extinto.

Ivair Nogueira explica que a doação do imóvel para Betim tem valor muito maior que a simples ampliação do patrimônio municipal. “Esse prédio faz parte da nossa história. Educadores como a saudosa professora Josephina Bento e tantos outros ensinaram ali muitos jovens betinenses. No comercial, outros tantos se tornaram empreendedores. E agora o museu é um espaço que guarda parte da nossa memória e ainda é palco de exposições de artistas locais, lançamentos de livros, apresentações teatrais e musicais. É justo que a cidade receba definitivamente esse imóvel que sempre foi preservado pela Prefeitura”, afirma.

Criado em 2002, o Museu Paulo Araújo Moreira Gontijo guarda várias peças, como a Carta de Sesmaria, concedida a Joseph Rodrigues Betim em 1711. O acervo conta também com jornais de 1969 com matérias que retratam o começo do crescimento da cidade; moedas de 1924, moedor de carne de 1920 e um diploma de conclusão do Grupo Escolar, de 1935. Todas as peças foram doadas por moradores da cidade. O museu fica aberto ao público das 9 às 17 horas, com intensa visitação, em grande parte estudantes interessados em conhecer a memória cultural de Betim.