1_pmdb_1097.jpg.g

Uma comitiva formada por líderes de classe e políticos de Montes Claros esteve reunida com autoridades do Governo de Minas, entre elas o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, para discutir um desfecho para a construção do Anel Rodoviário Norte, que tem como principal objetivo retirar o tráfego de veículos pesados da área central da cidade. Os governos do Estado e Federal ainda não conseguiram entrar em um acordo sobre a execução da obra, reivindicada há mais de uma década.

Já existe no orçamento do Estado um recurso reservado de 8 milhões 770 mil reais, o que corresponderia a uma contrapartida de 20 por cento para a construção do Anel, estimada em 40 milhões de reais. Inicialmente, o restante do dinheiro, cerca de 32 milhões de reais, seria bancado pelo Governo Federal. Como ainda não se chegou a um acordo, o prefeito de Montes Claros, Ruy Muniz, propôs que o Governo de Minas assuma o obra em sua totalidade através do Programa Caminhos de Minas. O secretário Carlos Melles ficou de discutir o assunto com o governador Antônio Anastasia e dar uma resposta o mais rápido possível.

Encontro com o vice-presidente

Enquanto aguarda uma posição do Governo de Minas, a comitiva também vai manter contatos com o Governo Federal. Nesta quarta-feira (22/05), o deputado estadual Tadeu Martins Leite e o prefeito Ruy Muniz participam de encontro com o vice-presidente da República, Michel Temer, quando vão pedir a interferência dele junto ao Ministério dos Transportes. “Temos de cobrar e buscar todas as alternativas possíveis, já que não importa se quem vai fazer a obra é o Governo Federal ou de Minas, e sim que ela seja executada”, disse o deputado Tadeu Martins Leite.

O prefeito Ruy Muniz explicou a importância da construção do Anel para desafogar o trânsito de Montes Claros, e considera esta uma das três obras prioritárias para a cidade, juntamente com a construção do Centro de Convenções e do Hospital do Trauma.

Participaram do encontro o presidente da Associação Comercial e Industrial de Montes Claros, Edilson Torquato; o presidente do Conselho de Veneráveis do Norte de Minas, José Ponciano Neto; O empresário Jamil Cury; o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Ariovaldo Melo Franco; o prefeito Ruy Muniz, o deputado Tadeu Martins Leite e os secretários Gil Pereira e Carlos Melles.

Assessoria de Comunicação Deputado Estadual Tadeu Martins Leite (PMDB-MG)