Maior partido do Brasil comemora 52 anos e defende candidatura própria em 2018

1250477

O Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais – ALMG – recebeu, nesta segunda feira (26), uma solenidade em comemoração aos 52 anos do Movimento Democrático Brasileiro – MDB. A reunião foi conduzida pelo presidente da instituição, deputado Adalclever Lopes.

O evento, que reuniu correligionários de todo o estado, lotou o Plenário da Casa e todas as galerias superiores. Prefeitos, vereadores, lideranças, deputados estaduais e federais e um senador participaram da realização, além do vice-governador do estado, representantes de outros partidos e de movimentos sociais. No discurso dos oradores, a importância do MDB na construção da história democrática brasileira foi unanimidade.

Em seu pronunciamento, o deputado Adalclever Lopes afirmou que o MDB, em Minas, por meio de seus representantes eleitos, escreve uma página na história do estado. “Estamos aqui para comemorar os 52 anos do partido. 52 anos de resistência, muito bem simbolizada na figura de Ulysses Guimarães, que nos deixou uma lição de coragem em defesa de nosso povo em defesa da democracia”. Segundo Adalclever, Ulysses dizia: “Ela é a matéria prima da civilização. Sem ela os deveres e as instituições perecem, sem a coragem, as demais virtudes sucumbem na hora do perigo, sem ela, não haveria cruz ou os evangelhos”, completou o parlamentar.

Na ocasião, foi lançado o livro do ex-governador Newton Cardoso, uma biografia que conta a história do político que ajudou a fundar o MDB em Minas. Newton foi ovacionado pelos colegas de partido e anunciou, da tribuna da Assembleia, o lançamento de candidatura própria da sigla ao governo de Minas.

Candidatos

O ex-governador de Minas Gerais, Newton Cardoso anunciou que o MDB terá candidatura própria para o governo do estado e para o senado federal. Segundo Newton, o partido possui dois indicados para encabeçar as chapas. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adalclever Lopes, e Josué Alencar, empresário e filho do ex-vice-presidente da República, José Alencar.

O líder da Maioria na Assembleia Legislativa, deputado Tadeu Martins Leite, lembrou que no momento atual, é importante focar no presente e no futuro do Estado e do partido. “Não posso falar em futuro sem reverenciar Josué Alencar, um dos maiores empresários do Brasil, que aprendeu com o pai dele, José Alencar, a fazer a política da construção. E também não posso deixar de citar o nome de Adalclever Lopes, um conciliador político e grande gestor”, ressaltou.

Adalclever Lopes confirmou que o partido deseja disputar o governo de Minas, mas que os nomes ainda não estão escolhidos. No entanto, o parlamentar se colocou à disposição do MDB e aguardará a decisão após as convenções. Questionado sobre um possível rompimento com o PT, Adalclever descartou dizendo que PT e MDB são como irmãos siameses. “Nós apoiamos o PT e esperamos que o PT nos apoie também. Somos um partido forte, grande e temos uma candidatura própria. Teremos uma grande aliança para ganhar a eleição”, reforçou.

Partido é lembrado por histórico de lutas

O vice-governador e presidente do MDB em Minas, Antônio Andrade, enalteceu o papel do partido na história política do País, como sua luta contra a supressão de direitos constitucionais, a censura e a perseguição política na ditadura militar, bem como seu empenho na elaboração da Constituição da República.

“Esta cerimônia é o renascimento do MDB no Brasil, a partir de Minas Gerais”, salientou o presidente do MDB no Paraná, senador Roberto Requião. De acordo com ele, o partido encontra-se atualmente invadido por ideias que não traduzem a sua essência.

O líder da Maioria na ALMG, deputado Tadeu Martins Leite, pontuou que, no momento atual, é importante focar no presente e no futuro do Estado e do partido. “Não posso falar em futuro sem reverenciar Josué Alencar, um dos maiores empresários do Brasil, que aprendeu com o pai dele,

José Alencar, a fazer a política da construção. E também não posso deixar de citar o nome de Adalclever Lopes, um conciliador político e grande gestor”, concluiu.

O deputado federal Fábio Ramalho (PMDB-MG), por sua vez, pautou seu discurso na atual situação do Estado e em como o partido contribui para melhorar essa realidade.

Presenças

Além da presença de toda a bancada do MDB na ALMG, prefeitos, vereadores, e lideranças políticas, a solenidade contou com a presença do senador pelo Paraná Roberto Requião (MDB); do primeiro vice-presidente da Câmara dos Deputados, Fábio Ramalho (MDB); do representante do ex-presidente Lula, Luiz Dulce (PT) e da deputada federal Jô Moraes (PCdoB).