Tadeu Martins Leite (deputado estadual PMDB/MG)

Tadeu Martins Leite (deputado estadual PMDB/MG)

A decisão da Mesa da Assembleia que cria a Comissão Extraordinária de Acerto de Contas entre Minas e a União foi lida na Reunião Ordinária de Plenário, na última quarta-feira (05). Também foi anunciada oficialmente a composição da comissão. Estão como membros permanentes os deputados Tadeu Martins Leite (PMDB), Felipe Attiê (PTB), Durval Ângelo (PT), Rogério Correia (PT) e Cássio Soares (PSD). Como suplentes estão João Magalhães (PMDB), André Quintão (PT), Hely Tarquínio (PV), Bonifácio Mourão (PSDB) e Lafayette de Andrada (PSD).

O líder da maioria na Casa, deputado Tadeu Martins Leite, que foi escolhido como membro efetivo da Comissão Extraordinária criada com o objetivo de mobilizar a sociedade para cobrar da União a perda de R$135 bilhões, lembrou que a arrecadação perdida causa um impacto muito forte em Minas. Segundo ele, é fundamental recuperar o montante perdido para a realização de obras e ações importantes reivindicadas pelo povo mineiro. “O que nós pretendemos é apresentar uma saída equilibrada e esperamos a imediata interrupção do pagamento da dívida do Estado com a União”, concluiu o deputado.

A Comissão terá duração de um ano e, ao final dos trabalhos, deverá apresentar um relatório de atividades.