20161201_154940

A Comissão Especial aprovou nessa quinta-feira (1º) parecer sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 41/2015. A proposta, de autoria do deputado Isauro Calais (PMDB), que define a música “Oh Minas Gerais” como hino do Estado.

De acordo com o deputado, a Constituição assegura que um concurso promovido pela ALMG escolherá o hino. “O concurso já foi realizado duas vezes. Duas tentativas e não conseguiram chegar numa proposta que contemplasse rima, métrica, letra. Por isso, o Estado de Minas Gerais, até hoje, não tem um hino oficial que o identifique”, observa o parlamentar.

Antes da Constituição, o Estado adotava como hino extra-oficial o “Hino a Minas”, com letra de João Lúcio Brandão e música do padre João Lehmann. Apesar de nunca ter sido oficializada, no início do século XX, a composição era muito ouvida nas escolas e fazia parte do livro de hinos distribuído nos estabelecimentos de ensino.

A música “Oh, Minas Gerais” sempre é lembrada como hino oficial. “Portanto, nós estamos oficializando uma música que é cantada por muitos mineiros que retrata a beleza das Minas Gerais”. Agora a proposta segue para votação em plenário e de acordo com o parlamentar, deve ser incluída na pauta até a próxima semana.