1_pmdb_1121.jpg.g

Seca, milho da Conab, máquinas do PAC e reabertura do Kaiowa na pauta

Ações de combate à seca, a venda subsidiada de milho da Conab para produtores da região, a reabertura do Frigorífico Kaiowa e a destinação de maquinário para conservação de estradas nos municípios do semiárido mineiro ainda não contemplados foram alguns dos temas da audiência do ministro Antônio Andrade com prefeitos e vice-prefeitos do Norte de Minas nesta quinta-feira em Brasília. Agendada pelo deputado Tadeu Martins Leite e com a presença de 10 prefeitos e vice-prefeitos da região, a audiência teve o objetivo de levar ao ministro as principais reivindicações dos produtores rurais da região. O encontro teve ainda a presença do presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp.

O ministro Antônio Andrade garantiu empenho no atendimento aos pleitos apresentados pela comitiva. Ele acredita que com a distribuição passando a ser a granel a partir de agora, o milho da Conab chegará com mais agilidade aos produtores da região, que receberá parte das 180 mil toneladas mensais que o Ministério irá disponibilizar para o Nordeste e Área Mineira da Sudene enquanto perdurarem os efeitos da seca. O milho será vendido a 18 reais a saca, cerca de 25% do valor de mercado.

O ministro informou ainda que os municípios do semi-árido região que ainda não foram contemplados com retroescavadeiras e motoniveladoras para conservação das estradas rurais e consequente escoamento da produção vão ser incluídos no programa do Ministério do Desenvolvimento Agrário. “Estamos tentando ampliar o programa também para municípios da região que não estejam incluídos no semi-árido”, informou o ministro. Vários prefeitos aproveitaram o encontro para apresentar pleitos específicos para seus municípios.

Para o deputado Tadeu Martins Leite, a presença de um ministro mineiro, companheiro de partido e amigo particular é uma oportunidade que se abre para estreitar o relacionamento da região com o Ministério da Agricultura. “O ministro Antônio Andrade deixou claro que dará uma grande atenção ao Norte de Minas e ao Vale do Jequitinhonha durante sua gestão no Ministério, o que será de grande importância para regiões que têm na agropecuária a principal atividade comemorou o deputado.

Reabertura do frigorífico Kaiowa

O empenho do Ministério da Agricultura na reabertura do frigorífico Kaiowa, em Janaúba, foi reivindicada ao ministro pelo deputado Tadeu Martins Leite, pelo prefeito de Janaúba, Yugi Yamada e pelo vice-prefeito Rodrigo Rodrigues, que também é liderança da classe rural. Esta é uma reivindicação dos pecuaristas de toda a região, já que a falta de um frigorífico para comprar a produção bovina da região vem acarretando prejuízos e já contribui inclusive com a queda do preço da arroba do boi no Norte de Minas.

O ministro explicou que assim que forem resolvidas as questões legais que envolvem a massa falida do frigorífico ele se empenhará pessoalmente para sua reabertura. É que a compra do frigorífico e sua consequente reabertura depende ainda do desmembramento da unidade de Janaúba das demais unidades do Kaiowa que foram à falência. O vice-prefeito de Janaúba, Rodrigo Rodrigues explicou que este desmembramento já foi solicitado à Justiça, e que deve ser concretizado em 90 dias. Pelo menos dois grupos, o Minerva e o Friboi já manifestaram interessa em reabrir o empreendimento.

Participaram da audiência em Brasília o deputado Tadeu Martins Leite ,os prefeitos de Pintópolis, Arguinel Paixão; Janaúba, Iuji Yamada, Patis, Vinícius Versiane, Ubaí, Gerson Piau, Mato Verde, Generino de Sales Pinto, Gameleiras, Waldir Rodrigues, Engenheiro Navarro,Paulo Afonso, e os vice-prefeitos Rodrigo Rodrigues (Janaúba), Osmar Cunha (São João do Pacuí), Liu da Copasa (Engenheiro Navarro), Miguel Veloso (Felício dos Santos) e Deraldo(Gameleiras).

Assessoria de Comunicação Deputado Estadual Tadeu Martins Leite (PMDB-MG)