20170330_150339

O Ciclo de Debates das mulheres realizado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) trouxe à tona várias questões e uma das que mais gerou discussão foi a cobrança de maior presença feminina nas instâncias de poder. O evento também abordou outros temas relevantes como Educação, Enfrentamento do Machismo e Garantia de Direitos. Especialistas, autoridades, representantes do movimento feminista e o coletivo de mulheres da ALMG participaram das discussões.

A deputada Celise Laviola (PMDB) que presidiu os trabalhos fez questão de ressaltar que as mulheres têm pouca representatividade na política e é preciso mudar isso. “As mulheres não têm o hábito de votar em mulheres, razão de tão pouca representatividade”, observou a parlamentar. Celise disse ainda que entre 77 deputados na Assembleia, apenas seis são mulheres. “Esse número é muito pequeno. Sugiro uma reflexão e uma avaliação profunda para mudarmos esse quadro”, ressaltou a deputada.

Celise Laviola já foi vice-presidente da Comissão de Mulheres na ALMG. Atualmente preside a Secretaria de Mulheres na Unale – União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais e a Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.