1_pmdbminas_300.jpg.g

Considerada uma das melhores do Brasil, a Orquestra foi aplaudida de pé pelo público, que lotou o Parque do Bariri em mais um evento comemorativo ao aniversário da cidade.

A música clássica tomou conta do Parque do Bariri, na noite dessa sexta-feira, no grande concerto da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Sob a regência do maestro Marcos Arakaki, os músicos encantaram o público com obras como Frevo, de Claudio Santoro, o quarto movimento da Sinfonia nº 2, de Beethoven, Nas estepes da Ásia Central, de Alexander Borodin, O Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky e Abertura de Guilherme Tell, de Rossini, entre outras interpretações. Realizada em comemoração aos 154 anos de Pará de Minas, a apresentação foi viabilizada pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura, por meio da Algar Telecom, com o apoio da Prefeitura de Pará de Minas.

O prefeito Antônio Júlio (PMDB), após assistir ao espetáculo, afirmou que é uma honra a Prefeitura estar ao lado da Algar Telecom na promoção, que integrou a agenda comemorativa do aniversário da cidade. Segundo ele, é muito importante a realização de eventos como esse, que proporcionam à população acesso à arte e à cultura. Empolgado com o sucesso do espetáculo, o secretário municipal de Cultura e Comunicação Institucional, Lu Pereira, parabenizou a Orquestra pelo concerto e destacou a participação da Algar Telecom na apresentação. “A empresa é uma parceira de frente da Prefeitura de Pará de Minas em promoções culturais e esse espetáculo demonstra mais uma vez a responsabilidade social da empresa, que presentou a cidade com uma noite inesquecível”, afirmou.

Considerada uma das melhores orquestras do Brasil, a Filarmônica de Minas Gerais realiza turnês pelas cidades mineiras desde a sua criação, em 2008, tendo se apresentado em 53 estados do estado. Formada por 90 músicos provenientes de todo o Brasil, além de países da Europa, da Ásia e das Américas, tem como marcas registradas a excelência artística e a vigorosa programação. A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais foi criada pelo Governo de Minas com o objetivo de inserir o Estado nos circuitos nacional e internacional da música clássica. Sua constante preocupação com a qualidade foi reconhecida, com a conquista de três importantes premiações: em 2012, a Filarmônica recebeu o Prêmio Carlos Gomes de melhor orquestra brasileira; em 2010, foi eleita o melhor grupo musical erudito do ano pela Associação Paulista de Críticos de Artes e, em 2009, seu diretor artístico e regente titular, maestro Fábio Mechetti, recebeu o prêmio Carlos Gomes como o melhor regente brasileiro.

Assessoria de Comunicação Prefeitura de Pará de Minas (PMDB-MG)