Reunião Especial em homenagem ao Lions Clube de Ouro Preto, Congonhas e Mariana

A fabricação de panelas de pedra-sabão pelos moradores de Cachoeira do Brumado, distrito de Mariana, é uma atividade centenária e corresponde a uma considerável parcela de renda dos moradores do distrito. Com o objetivo de proporcionar maior visibilidade para essa tradicional atividade, o deputado Thiago Cota apresentou na Assembleia Legislativa de Minas Gerais o Projeto de Lei n° 3219/2016 que declara patrimônio cultural imaterial do Estado.

Segundo Thiago Cota, a arte em pedra-sabão é característica da comunidade, e a panela de pedra, para além do valor artístico, é um utensílio que é típico da rotina e geração de renda, garantindo o sustento de inúmeras famílias. Para o deputado é importante a aprovação do Projeto para também contribuir mais com o turismo da região. “Além da valorização da arte em pedra sabão e do aumento da economia local com o aumento das vendas e a geração de emprego, buscamos chamar a atenção do turista para prestigiar as maravilhas de Cachoeira do Brumado. A ideia, com o Projeto de Lei aprovado, é dar mais notoriedade a cultura das panelas em pedra sabão, mas principalmente, fomentar o turismo local. ” disse.

Cachoeira do Brumado é o berço da panela de pedra que é produzida há mais de 300 anos de forma artesanal. O distrito também possui o Memorial dos Tropeiros, inaugurado em 2014. O local que abriga o Memorial foi construído de pau a pique, e possui diversas peças que retratam os usos e costumes daquela época, além de fotografias dos tropeiros e paneleiros do distrito que vendiam as panelas pelo país afora. O PL que declara a Fabricação de Panelas de Pedra foi distribuído para as Comissões e aguarda parecer do relator.