1_pmdbminas_266.jpg.g

Ficou acordado que no próximo dia 05, será realizada uma Audiência Pública para discutir o transporte coletivo municipal

Durante, aproximadamente, três horas o prefeito Paulo Piau, ouviu e discutiu com os manifestantes uberabenses, assuntos de interesse da comunidade. Dando início a conversa, o prefeito parabenizou o movimento pela manifestação pacífica e sem vandalismo. Ele lembrou que o Brasil tem apenas 23 anos de democracia contínua e que ainda precisa de amadurecimento. Afirmou que compartilha com os manifestantes em questões como: o combate à corrupção, contra a PEC 37 e por melhorias na Educação e Saúde.

Os representantes do movimento entregaram uma carta de reivindicação onde pontuaram questões em nível municipal, estadual e federal. Para Uberaba eles reivindicam uma maior redução na tarifa, passando de R$ 2,80 para R$ 2,50, revisão de contratos com as empresas de transporte público e minimização dos lucros das mesmas sobre o serviço prestado; implementação de passe livre para estudantes e idosos de imediato, passe estudantil válido aos domingos, feriados e férias escolares, além de questões como aumento no número de ônibus, outros telefones para denúncias e etc.

Sobre isso o prefeito lembrou que a decreto relativo ao passe estudantil já está valendo, o passe livre para idosos está sub júdice, mas que a prefeitura já está preparada para fazer valer o direito dos idosos. Ele garantiu a implantação de outro telefone na superintendência de Transporte Coletivo, visando facilitar as denúncias, bem como a utilização do Fala Cidadão para este fim e a criação de um 0800. Sobre uma maior redução na tarifa, Piau lembrou o endividamento da prefeitura, mas sugeriu a realização de uma Audiência Pública para discutirem a questão, no sentido de estudarem a planilha e chegarem a um denominador comum. Ele também solicitou ao superintendente Claudinei Nunes que faça uma fiscalização efetiva, no que diz respeito a condições físicas dos ônibus, acessibilidade, horário e lotação.

Os manifestantes também cobraram vacinação de toda a população contra o vírus H1N1, entre melhorias na saúde. O secretário Fahim Sawan voltou a explicar a preconização do Ministério da Saúde, bem como garantiu que continua a busca por vacinas, no sentido de imunizar mais pessoas. Ele também informou que já está no MS projeto para construção de novas UBS’s e para a criação de mais PSF’s. Outra cobrança na saúde diz respeito a falta de medicamentos, no que Fahim lembrou os problemas encontrados no almoxarifado da prefeitura, bem como os mais de 500 mandados judiciais sem cumprir. Ele garantiu que licitações estão ocorrendo para compra de medicamentos, bem como será inaugurada na próxima quarta-feira, a Farmácia de Acolhimento, para atender estas questões.

Os manifestantes também reivindicaram o estabelecimento do piso salarial do professor municipal de acordo com o salário dos vereadores. José Tiago Castro, da UJE, aproveitou para questionar a ausência de vereadores no encontro.

A secretária da Acobe – Associação dos Usuários de Transportes Coletivos Urbanos, Rodoviários, Ferroviários, Táxis, Mototáxis e Aéreos de Uberaba –ACOBE, Sebastiana Donizetti de Castro lembrou que há doze anos a associação vem trabalhando em prol de melhorias do transporte coletivo e afirmou que, para ela, houve avanço, já que sua luta é de vários anos. Ela também lembrou que a primeira vez que a associação foi recebida para discutir os problemas foi na gestão de Paulo Piau. Ela se posicionou favorável à ampliação do debate em Audiência Pública.

Na avaliação do prefeito o encontro foi positivo. “Entendo que teremos que fazer escolhas, mas elas acontecerão através da discussão. E a Audiência Pública nos propiciará isso. Algumas providencias serão tomadas imediatamente, como ampliar as opções para que o cidadão faça as denúncias, bem como a ampliação da fiscalização do transporte coletivo . Volto a afirmar que me orgulhei de nossa gente, pois souberam reivindicar seus direitos com civilidade e respeitando o que, na verdade, é do povo. Nosso jovens estão de parabéns e garanto que manteremos o diálogo”, finalizou.

A Audiência Pública será realizada no dia 05 de julho, às 18h, no CEMEA Abadia.

Assessoria de Comunicação Prefeitura de Uberaba (PMDB-MG)