1_pmdbminas_271.jpg.g

Foi inaugurado na tarde desta sexta-feira (5) o Centro Regional de Educação Ambiental, localizado no Distrito Industrial de Pirajuba, cujo complexo reúne, num só espaço, o Viveiro Regional de Mudas Nativas e a Escola de Educação Ambiental, durante concorrida solenidade presidida pelo prefeito Rui Gomes Nogueira Ramos. Inicialmente, o viveiro produzirá cerca de 150 mil mudas/ano de espécies nativas da região, para serem utilizadas em APPs (Áreas de Preservação Permanente) e no reflorestamento de áreas degradadas.
O equipamento surge de parceria entre a Prefeitura Municipal de Pirajuba, Usina Santo Ângelo, Usina Coruripe, Usina Vale do Tijuco e Canacampo (Associação dos Fornecedores de Cana da Região de Campo Florido e Região), desde sua implantação até a manutenção para o plena execução de suas atividades e objetivos.

O evento contou com as presenças dos secretários de Estado José Silva (Trabalho) e Adriano Magalhães Chaves (Meio Ambiente); do diretor Geral do IEF (Instituto Estadual de Florestas), Bertholdino Apolônio Teixeira Junior; do presidente da Amvale (Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande) e prefeito de Uberaba, Paulo Piau; deputados estaduais Liza Prado e Antônio Lerin, e prefeitos e vereadores de vários municípios, entre outros convidados.

Em sua fala, o chefe do Executivo pirajubense agradeceu, inicialmente, o apoio e a efetiva participação dos parceiros, bem como dos colegas prefeitos da região. Ao citar a Amvale, observou que a entidade, sob a presidência de Paulo Piau, tem realizado um trabalho de união e sempre em busca de soluções comuns. “O projeto que entregamos à população regional, em função dos grandes parceiros, vai dar o que falar”, diz Rui Ramos.

Paulo Piau, em nome dos colegas presentes, enfatizou que a inauguração pode se traduzir como uma “contribuição ambiental efetiva”. Manifestou sua preocupação com a demora em adequações na Constituição de 1988. Enquanto isso, de acordo com o presidente da Amvale, “o Brasil não dá conta de cumprir a lei”, além de provocar o que chamou de “síndrome do cipoal jurídico e que está trazendo inquietude para o País inteiro”.

O secretário estadual do Meio Ambiente, Adriano Magalhães Chaves, elogiou a iniciativa e apontou que a região caminha de forma correta na preservação ambiental. Disse que, nessa sua visita à região, constatou vários exemplos de cuidados corretos para com a natureza. Citou, ainda, a melhor utilização de técnicas de solo. Também conclamou que cada um dos presentes faça sua parte para que a população não vem enfrentar problemas maiores com a escassez de água.

Adriano Magalhães Chaves atendeu pleitos do prefeito Rui Ramos e anunciou que o Governo Estado deverá liberar recursos de R$ 200 mil, em apoio ao Centro de Educação Ambiental, em duas parcelas de R$ 100 mil; uma este ano e o restante, em 2014.

Em seu pronunciamento, o presidente da Canacampo, Ademir Ferreira de Mello Júnior, destacou que “a iniciativa mostra a contrapartida da iniciativa privada e, em parceria com o Poder Público, no processo de recuperação de áreas degradadas”. Em seguida, os deputados Lerin e Liza enalteceram a decisão das três usinas, em conjunto com a Canacampo, em executar o projeto, o mesmo acontecendo com o secretário José Silva.

“O caminho é esse”, disse o promotor regional de Meio Ambiente Carlos Vallera, ao assinalar a importância do Centro Regional de Educação Ambiental que, segundo ele, chega para “a recuperação do que está errado e levar educação para aqueles (crianças e adolescentes), conscientizando-os que sem sustentabilidade é o suicídio do agronegócio”.

Antes do descerramento das placas de inauguração, a primeira-dama de Pirajuba, Vanessa Cristina de Araújo, conferiu homenagens a apoiadores e colaboradores na consolidação do projeto de preservação e educação
ambiental.

Assessoria de Comunicação Prefeitura de Uberaba (PMDB-MG)