1_pmdb_1041.jpg.g

Paulo Piau pediu agilidade para que o projeto seja protocolado esta semana. Ele também pediu aos vereadores Luiz Dutra e Ismar Marão apoio para que a matéria entre na pauta da próxima semana

Em reunião ocorrida no início da noite de ontem (9), no gabinete, o Prefeito Paulo Piau deu prosseguimento à discussão sobre a equiparação salarial da Guarda Municipal. O benefício atinge 75 guardas, no total de 125. A distorção ocorreu devido à exigência de escolaridade ocorrida no segundo concurso. Os guardas do primeiro concurso recebem R$ 678, enquanto que os do segundo, com maior escolaridade, R$ 878, para execução no mesmo serviço. Ou seja, uma diferença de R$ 200.

Participaram da reunião os vereadores Luiz Dutra e Ismar Marão, os secretários Wellington Cardoso, Carlos Bracarense e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. O prefeito Paulo Piau lembrou que a equiparação é um compromisso do governo. “Não podemos permitir esta desigualdade. Fizemos um compromisso e vamos honrá-lo”, disse.

Bracarense também lembrou que o tema foi discutido recentemente no plenário da Câmara, onde houve um compromisso de que a situação seria resolvida em 30 dias e, para isso, a administração municipal fez o levantamento e deu início a elaboração da matéria. “Na verdade o projeto está praticamente pronto, precisando apenas de alguns ajustes, o que faremos rapidamente”, explicou.

O vereador Dutra lembrou que, durante a campanha, ele e o prefeito em reunião com a categoria se comprometeram com esta questão. “Estou satisfeito com esta decisão, pois nos comprometemos. O prefeito Paulo Piau tem esta sensibilidade e temos que garantir a igualdade, pois é o justo. Precisamos melhorar a auto estima destes servidores que tanto contribuem com a cidade”, disse.

O vereador Ismar Marão parabenizou o prefeito pela decisão, destacando que muitos guardas estão ansiosos para ver o projeto aprovado. Na avaliação do secretário de Governo, Wellington Cardoso, o caso da GM é uma situação explícita onde a experiência é penalizada, visto que os mais velhos de casa, que atuam há mais tempo é que foram prejudicados.

Satisfeitos com o andamento da discussão, o sindicato se comprometeu a acompanhar todos os trâmites do projeto, no sentido de esclarecer dúvidas e apoiar a iniciativa. Mediante os posicionamentos positivos, o prefeito determinou a Secretaria de Administração que desse andamento para finalizar o texto com o objetivo de encaminhar o projeto ainda esta semana para a Câmara Municipal de Uberaba.

Assessoria de Comunicação Prefeitura Municipal de Uberaba (PMDB-MG)