1_pmdb_1195.jpg.g

O PMDB de Uberaba, na tarde deste sábado, 5 de outubro, celebrou, em grande festa, a filiação de 6 mil novos peemedebistas.
Prestigiaram o evento o presidente estadual do PMDB de Minas Gerais, deputado Federal Saraiva Felipe, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, o pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo Partido, senador Clésio Andrade, o secretário-geral nacional da sigla, deputado federal Mauro Lopes, o vice-prefeito de Uberaba, Almir Pereira da Silva, os deputados da bancada estadual, Leonídeo Bouças, Cabo Júlio e Adalclever Lopes, a primeira-dama do município, Heloísa Piau, o presidente da Câmara de Uberaba, Tony Carlos, o secretário de Saúde e mais novo filiado do PMDB, Fahim Sawan, o vice-prefeito de Uberlândia, Paulo Vitielo, o presidente do PMDB de Uberaba, Eduardo Palmério, o presidente da Câmara Municipal de Araxá, Miguel Ferreira, o presidente da JPMDB de Minas, Felipe Piló, o representante da JPMDB Nacional, Bruno Júlio, a representante do PMDB Mulher Regional, Marilda Ribeiro, dentre inúmeros prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, presidentes de diretórios e lideranças do Triângulo Mineiro.

O presidente Saraiva Felipe, que tem percorrido todo o Estado visitando inúmeros municípios e fortalecendo as bases do PMDB para as eleições do próximo ano, reafirmou a necessidade de candidatura própria ao governo do Estado.

“Na última pesquisa, nosso pré-candidato, senador Clésio, apareceu com mais de 10% das intenções de voto. Nosso cenário tem mudado de maneira positiva. Filiamos ao PMDB de Minas o Josué Gomes, filho do eterno vice-presidente da República, José Alencar, que está à disposição para nos ajudar, de acordo com as necessidades da sigla para as eleições de 2014. Ele pode nos ajudar a compor em Minas Gerais e no Brasil”.

Em relação aos diretórios municipais, o presidente enfatizou que se reorganizem, sinalizando a sua importância para que, no próximo ano, consigam eleger uma grande bancada de deputados estaduais e federais que representem todas as regiões do estado de Minas Gerais.

“Peço, aos municípios em que não exista o PMDB, que sejam realizadas comissões provisórias, e que as mesmas sejam transformadas, posteriormente em diretórios municipais. Tínhamos, no início deste ano, anotados no TRE, apenas 165 diretórios e, no momento, já estamos com 411. Esperamos chegar, até o fim do ano, obedecendo a uma ordem da Executiva Nacional, a, no mínimo, 600 diretórios cadastrados, através da realização de convenções municipais. Precisamos da colaboração, trabalho e comprometimento de todos vocês para que o PMDB cresça ainda mais e mostre as propostas objetivas que o povo mineiro merece”.

O anfitrião do evento, prefeito Paulo Piau, falou do momento histórico de amadurecimento político do PMDB de Uberaba.

De acordo com ele, as 6 mil filiações realizadas mostram que o Partido é, hoje, o maior do município.

“Estamos no caminho certo, fortalecendo a nossa base e preparando o Triângulo para apoiar e sustentar a campanha de 2014. As pesquisas já apontam para o nosso pré-candidato, senador Clésio Andrade, como o caminho ideal para trazer equilíbrio ao Estado de Minas Gerais”.

O Ministro da Agricultura, Antônio Andrade, fez um breve histórico das realizações do PMDB de Minas nas eleições de 2012 e sinalizou que o balanço da participação positiva do Partido terá uma grande influência para que o PMDB, em 2014, seja ainda maior.

“O nosso resultado, no ano passado, no Estado, não poderia ter sido melhor e mais satisfatório. Conquistamos resultados positivos em todos os municípios em que houve disputa. Foram 200 mil votos a mais do que nas eleições municipais de 2008. Estamos presentes em quatro dos sete municípios mais importantes de Minas. Em Governador Valadares fizemos o vice. No 2º turno, vencemos em Uberaba, com Paulo Piau, e em Juiz de Fora com o companheiro Bruno Siqueira. Fizemos dois vice-prefeitos, tanto em Juiz de Fora, quanto em Montes Claros”.

De acordo com o ministro, o PMDB mineiro está preparado para disputar e conquistar a vitória no próximo ano, com a candidatura de Clésio Andrade ao governo de Minas.

“Estamos próximos do Partido dos Trabalhadores, tanto no plano federal, quanto no estadual e Clésio é o nome para conduzir o Estado a partir de 2014. Ele é a resposta para o povo mineiro”.

Encerrando a reunião, o pré-candidato ao governo do Estado pelo PMDB, senador Clésio Andrade, ressaltou a participação que o partido teve nas transformações históricas do País e a condição que apresenta para que outras mudanças, ainda maiores, possam ocorrer.

“Podemos realizar um trabalho transformador e inovador para Minas Gerais. Em meio às movimentações e manifestações ocorridas atualmente, exige-se que o político trabalhe com transparência em favor da sociedade. Nesse contexto, podemos apresentar um projeto do PMDB para o povo brasileiro que venha trazer resultados satisfatórios”.

O pré-candidato ao governo assinalou quatro pontos que, de acordo com ele, precisam de mudanças urgentes em Minas.

“É preciso melhorar a saúde, tanto no País, quanto em Minas. Estamos acordando para esta realidade e precisamos fortalecer este aspecto nos municípios, pois é nele que as coisas acontecem. A necessidade de mais recursos, médicos, equipamentos e hospitais é primordial. Em 2014, nossa proposta é trabalhar fortemente para que haja uma liberação maior de recursos federais em Minas para ajudar a solucionar esta questão. Em relação à segurança pública, temos mais de 50 mil mandatos não cumpridos. São mais de 40 mil bandidos soltos e, infelizmente, isto faz com que Minas seja campeão em criminalidade. A educação é outro ponto fundamental. Sou defensor de que a educação de 1º e 2º grau caminhe juntamente com a profissionalização. Eu sei o quão importante é uma pessoa chegar ao 2º grau com uma especialização. Para isso, precisamos valorizar nossos professores. Não podemos mais aceitar que profissionais importantes para a formação de nossas crianças e jovens não recebam nem o piso nacional. O último ponto que deve ser trabalhado de maneira árdua em Minas é a infraestrutura. Nossas estradas precisam de melhoras emergenciais, pois elas geram produção para o País”.

Clésio destacou também que, em qualquer país do mundo, desde o mais rico ao mais pobre, 50% da arrecadação fica no município. Infelizmente, segundo o senador, no Brasil, o número aponta apenas para 12%. Segundo ele, a apresentação da PEC de sua autoria, exige que haja um aumento do Fundo de Participação dos Municípios de 22,5% para 26.

O pré-candidato encerrou o evento colocando-se, mais uma vez, à disposição do PMDB, para que o Estado de Minas Gerais aponte como vitrine e exemplo para o restante do País.

Na próxima semana, no dia 12 de outubro, a Executiva Estadual do PMDB estará presente em Patos de Minas e Paracatu, realizando mais dois Encontros Regionais.

Assessoria de Comunicação PMDB-MG