DSC_0327

Os pagamentos dos programas “Urgência e Emergência” e “Pro-Hosp” para o Hospital Monsenhor Horta, que estão em atraso e somam o montante de R$ 450.716,06, serão regularizados nesta semana. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado de Saúde, Sávio Souza Cruz ao deputado Thiago Cota, em reunião, na última quinta-feira (09), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.

O deputado esteve na reunião acompanhado do diretor do Hospital Monsenhor Horta, Vagner de Almeida; dos membros do Conselho Municipal de Saúde de Mariana, Dr. Leandro Ferreira e Dr. Sebastião Araújo; e da funcionária da Secretaria Municipal de Saúde, Helga Teixeira. Thiago Cota cobrou também outros pagamentos pendentes e verbas para aquisição de remédios para a Farmácia Popular.

Segundo a especialista em Políticas e Gestão da Saúde, da SES, Camila Ferraz Quaresma, o Programa Pro-Hop foi prorrogado até agosto/2017 por meio da Resolução SES/MG nº 5737/2017 e que está previsto o repasse de mais uma parcela quadrimestral de até R$ 189.438,54 no mês de agosto/2017, conforme monitoramento das metas pactuadas do período de janeiro a abril/2017.