Thiago Cota é eleito vice

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da ALMG se reuniu, nesta terça-feira (21) para eleger seu presidente e vice-presidente. Na ocasião, o deputado Thiago Cota foi eleito vice-presidente do colegiado.

Segundo o parlamentar, um dos desafios da Comissão será tratar de assuntos ligados à mineração. Thiago ressalta que Minas Gerais é um estado de natureza mineradora, por isso é necessário buscar equilíbrio entre atividade, preservação ambiental e o desenvolvimento das regiões. “Minas Gerais tem, no nome, sua vocação, que é a mineração. Nós vivemos temos difíceis nesse segmento. Sabemos que, na Comissão de Meio Ambiente, precisamos ter o equilíbrio de zelar por um ambiente que seja favorável para as próximas gerações, bem como pelo desenvolvimento econômico na região nos próximos anos. Estamos sofrendo muito com a dificuldade de geração de empregos e acho que a Comissão será fundamental para que, em 2017, tenhamos condições melhores para o o nosso povo”, disse.

Com relação ao desastre com a barragem de rejeitos da mineradora Samarco, que destruiu o distrito de Bento Rodrigues, localizado em Mariana, região central do estado, o parlamentar afirma que é necessário trabalhar para viabilizar a responsabilização e retorno das atividades da empresa. “A Samarco é uma das empresas que mais contribuem com o recolhimento de impostos em Minas. Acredito que seja fundamental responsabilizar a empresa, mas, ao mesmo tempo, é preciso dar uma saída para que volte a trabalhar, gerar empregos e riquezas”, afirmou.

Além de assumir a presidência da Comissão de Meio Ambiente da ALMG, Thiago Cota também fará parte, como membro efetivo, da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia.