dsc_0142

Ao longo dos últimos dez meses após a tragédia de Bento Rodrigues, o grupo “Justiça Sim, Desemprego Não”, preocupado com a empregabilidade e a economia local, realizou atos pela volta das atividades da Samarco. Com o intuito de alertar as autoridades, o grupo criou um abaixo-assinado, onde foram recolhidas mais de 50 mil assinaturas, entregue na última segunda-feira (05) ao deputado Thiago Cota, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

Presentes na entrega das assinaturas, as líderes do grupo, Poliane Freitas e Beatriz Magalhães, alertaram, mais uma vez, sobre as péssimas perspectivas para o futuro da cidade se a Samarco não voltar a operar. Elas reconheceram o que já vem sendo feito pelo parlamento mineiro, mas cobraram mais empenho dos políticos para que a situação não se torne mais grave.

O deputado Thiago Cota elogiou o empenho e a coragem do grupo por lutar incansavelmente pela causa que segundo ele é a de todos os marianenses neste momento. Thiago Cota afirmou que o abaixo-assinado é uma importante ferramenta a ser entregue as autoridades responsáveis, pois mostra o desejo e necessidade da população. O deputado reforçou que fará uma mobilização na Assembleia Legislativa junto com o presidente da Casa para continuar a pressão em busca de respostas claras e objetivas em prol do retorno da Samarco.