foto mariama

No dia 22 de março é comemorado o dia mundial da água, data que propõe uma reflexão sobre a importância da manutenção dos recursos hídricos e do uso consciente da água. A deputada Celise Laviola (MDB) aproveitou a data para lembrar a tragédia que contaminou a bacia do Rio Doce e afetou a vida de centenas de pessoas.
Segundo a parlamentar, é importante lembrar que este recurso é fundamental para a vida. “Além do consumo diário, milhares de famílias da região leste dependem da pesca para sobreviver”, disse.

Celise ainda lembra que desde o desastre várias medidas estão sendo tomadas para recuperação da bacia a fim de devolver a qualidade de vida para a população que depende dessa água, mas o processo de recuperação é lento e gradativo. “Isso tudo nos serve de alerta: devemos cuidar de nossos recursos e trabalhar para não permitir que tragédias como estas aconteçam novamente”, reforçou.

A deputada é membro da Cipe Rio Doce, comissão que estuda em prol da recuperação da bacia. De acordo com Celise, a comunidade do leste de Minas espera que a reparação dos danos causados pela lama seja feita pela Fundação Renova por meio de programas que visam à revitalização do Rio Doce, com indenização dos atingidos e proteção dos povos indígenas que habitam a região. “É necessário lembrar da importância de realizar obras coletivas que promovam, com integralidade, tanto a reestruturação ambiental quanto social na Bacia do Rio Doce”, contou.

Em novembro de 2015, uma barragem de rejeitos da mineradora Samarco, localizada no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, cidade da região central do estado, se rompeu. Em decorrência do acidente, 55 milhões de metros cúbicos de lama devastaram o distrito de Bento Rodrigues e contaminaram o leito do Rio Doce, inviabilizando o consumo e a pesca.